Get Adobe Flash player

Novidades RHDP

Perfil na internet pode ser aliado ou vilo para novo emprego

21/03/2012

A festa do fim de semana foi maravilhosa. Muita bebedeira e pegação. Resultado: muitas e muitas fotos suas e dos amigos. Foi se o tempo que estas fotos ficavam armazenadas na máquina fotográfica ou esquecidas em álbuns. A onda agora é postar tudo nas redes sociais. E na maioria das vezes não é feita uma seleção. Vão todas. E nem importa quem vai vê-las. O problema é que uma das pessoas poderia ser o seu futuro patrão. As empresas estão cada vez mais se utilizando das redes sociais para conhecer um pouco mais sobre o candidato que está pleiteando uma vaga. Aquela sua foto naquela festa com cara de quem já tomou todas ou aquela imagem em uma posição não muito favorável poderá acabar com todas as suas chances de conseguir o emprego que tanto almeja.

O Se Liga foi ouvir uma especialista em Recursos Humanos para te dar dicas de como se comportar na rede social sem perder os amigos e, é claro, suas chances de conseguir trabalho. “Os processos seletivos estão cada vez mais criteriosos e ‘antenados’ com as redes sociais no Brasil. Atualmente, estas ferramentas são um fator crucial para as empresas, que buscam informações sobre os candidatos”, disse Roseline Marques, da RHDP.

Com a internet, a vida pessoal da maioria das pessoas foi parar nas redes sociais. Se por um lado te ajuda a manter contato mais fácil com os amigos e familiares, por outro a super exposição pode ser prejudicial. “De forma simples e rápida, é possível buscar nos perfis das redes sociais, informações sobre relacionamentos, forma de comunicar-se, área de interesses, comunidades, pode-se até confirmar ou desmentir dados passado pelo candidato em entrevista ou até mesmo no próprio currículo”, disse Roseline que completou: “Com a quebra das barreiras entre on line e off line, buscamos entender melhor o seu perfil de comportamento e de profissionalismo. Dados compartilhados são fundamentais no processo, pois eles dizem muito sobre a pessoa analisada.”

Segundo a especialista, os empregadores, ao acessar as redes sociais, buscam estritamente observar a linha de conduta daquele candidato. E tudo conta pontos. “O modo como escreve, seus comentários, se possui características de liderança, se é engajado, o conteúdo dos dados compartilhados, todos esses itens, são referências que podem ser positivas ou negativas.” Então, se está em busca de um emprego: lembre-se, tenha muito cuidado com o seu perfil. Ele pode te abrir portas, mas também fechar.